TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

domingo, 29 de março de 2015

TRAVESTISMO CONTÍLICO

Título esquisito, não? O 'contílico' é neologismo meu, e está 
mal aplicado - parece  que se refere a 'conto sobre bêbados", 
e não é nada disso que quero dizer - quero falar sobre a falsa 
rotulação de tramas espíritas como ficção científica. 

- Ué? Acontece isso? 

Sim, é uma coisa sutil, em que é preciso argúcia para perceber 
as novas denominações do que já é conhecido no Espiritismo, 
com outros nomes. 

Um exemplo está na trama de "Uma dobra no tempo", de 
Madeleine L'Engle (SortesFCo 53), que fala sobre o resgate de 
uma pessoa em outra dimensão. Aparentemente está tudo bem: 
É mesmo coisa para ficção científica. Mas, observando-se com 
mais atenção, notamos os detalhes espíritas. 

. Os três meninos (dois adolescentes e um garoto) são levados 
por três velhas que vieram não se sabe de onde, e que se 
'materializam' (ou seja, espíritos). 

. O processo de transporte é chamado de 'quindimensioanar', 
aparentemente invalidando, desta maneira, tudo que se chama 
de 'viagem astral', 'projeção astral', 'dissociação', 'experiência 
fora do corpo', 'projeção da consciência', 'sair do corpo', 
'desdobramento espiritual', e outras denominações similares. 
Mas não deixa de ser, essencialmente, o mesmo. 

. Os meninos creem estar viajando materialmente, mas nada 
impede qe esta impressão seja apenas impressão! Como já foi 
dito em outro post, desencarnados não têm a sensação de estar 
sem corpo. 

. Viajam por planetas estranhos, habitados por seres estranhos. 
Como centauros e seres sem o sentido da visão. Neste planeta 
não existem cores, só o negror da noite e o cinzento do dia. 
Não apenas planetas físicos existem, mas localizações variadas 
no mundo espiritual, em condições inimagináveis, onde se 
reúnem os mais diversos seres, que podem , por ideoplastia, 
revestir-se das mais variadas formas. 

. O 'prisioneiro' é resgatado unicamente pela 'força do amor', 
ensinamento que caracteriza o Espiíritismo. 

Outro exemplo aparece no conto de Frederik Pohl, "Sentado 
à beira da piscina, tomando sol", que consta da revista que 
está no SortesFCo 55, "saac Asimov Magazine, 23". 

Neste conto, alguns humanos são 'convocados' para uma 
conferência no Havaí, por entidades extra-corpóreas, e são 
convocados da maneira mais direta possível: Possuídos! 
O termo é usado na tradução, provavelmente também no 
original. (Havia esta falha na edição brasileira da revista: 
Nem data nem título original são citados). 

O "Livro dos Médiuns", no capítulo 23, item 341, substitui 
o termo 'possessão', que tinha conotações outras, na tradição 
religiosa, pelo termo 'subjugação'. Porém, mesmo entre
espíritas, 
o termo sobrevive. 

A diferença do Espiritismo para o conto é que neste, tais 
entidades são denominadas 'alienígenas', e são citadas como 
seres de planetas situados a milhares de anos-luz. Pronto! 
Eis uma situação tipicamente conhecida no Espiritismo, porém, 
rebatizada como ficção científica. 

Mas, isso tudo não é um fenômeno indesejável. É a força 
mesma da evolução. Os conceitos divulgados pelo Espiritismo 
hão de se espalhar por todas as áreas do conhecimento humano, 
popularizando assim, a mensagem embutida nessa doutrina, 
que é a mesma do Cristo: Amai-vos uns aos outros! 

Abraço do tesco. 

5 comentários:

ॐ Shirley ॐ disse...

Primeiro, vivemos em um mundo de ilusão, em todos os sentidos...
Segundo, há mais mistérios entre o céu e a terra do que...não é?
Terceiro, o sobrenatural não existe, o que existe é nossa ignorância sobre ele...
Assim sendo, tesco, não duvido de mais nada, tudo é possível.
Beijo!

Anônimo disse...


Tesco,
Legal essa observação porque confirma a ideia de que a ficção esta sempre a nossa frente.
A noção de "resgate" de outra dimensão nos dá alento, confiança e esperança (se isso não abdução né?)
hiscla

lua singular disse...

Boa noite Tesco,

Eu acredito que Espiritismo é como uma ficção científica, então quando estou escrevendo no blog a maioria das postagens são ficção e têm alguns blogueiros que me pergunta: sua postagem verdadeira ou ficção..
Meu Deus, tenho então uma porção de entidades.kkk
Linda noite

lua singular disse...

Oi Tesco.
Desculpa o erro: me perguntam
Tô com sono e de "molho"
Boa noite

Denise disse...

Vc levanta observações q ainda não havia pensado, o quanto tem dos conceitos espíritas em certos contos. Muito interessante sua abordagem. A partir de hoje estarei mais atenta. Muita paz!