TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

O SÉCULO DA GENTE 12

Um bom pensamento para se ter em mente
ao longo do novo ano que nos chama, pois
a 'fé que movimenta montanhas' não nos
autoriza a ficar sentados, esperando o ônibus
da felicidade passar.

Em 2011, muita FÉ para todos vocês!

"Deus providencia uma minhoca para cada
passarinho. Mas não a deposita no ninho,

como se fosse um presente de aniversário".

(Compilado por Marion Kaplinsky
em "1001 razões para você sorrir")

Abraço do tesco.

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

O SÉCULO DA GENTE 11

Jamais atribua à malícia o que pode ser explicado pela estupidez.
(Também conhecido como Lei de Hanlon ou Navalha de Hanlon)

(Compilado por Marion Kaplinsky
em "1001 razões para você sorrir")


Essa afirmação nos deixa num terrível dilema:
No Congresso Nacional, os parlamentares são estúpidos
porque são maliciosos ou são maliciosos porque são estúpidos?

Abraço do tesco.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

SORTESCO 115 - RESULTADO

Pela extração de hoje da
Loteria Federal ,
a dezena do 5° prêmio é 42,
de grupo não escolhido e,
por aproximação, o vencedor é
CHICO!
Parabéns!

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

ASSIM NÃO DÁ!

OLHA O 'CRIMINOSO' AQUI

Em vez de alienar algum cachorro dos que já têm,
o pessoal arranjou mais um!

É um filhote felpudo e todo preto e, como todo filhote,
segue as pessoas por toda a parte.
Ainda não definiram o nome, que está entre
Pompom, Petróleo, Fofucho e outros menos cotados.

Como convencer o pessoal a se livrar dele?
Parece ser mais fácil convencer o papai abestado
a financiar mais um.

Depois vão querer assistir o Back Street Boys em
fevereiro, lá no Recife.
E eu nem tenho bolsa-família!


Papai Noel tá meio acachorrado pra mim.

Abraço do tesco.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

O SÉCULO DA GENTE 10

Essa peripécia é do século passado, mas a
incongruência foi transmitida para o século atual.


Nos primórdios da tradução por computador, o ditado:
"O que os olhos não veem o coração não sente",
traduzido para o russo e de volta para o português, virava:
"cego insensível".


Compilado por Marion Kaplinsky
em "1001 razões para você sorrir")

SORTESCO 115

DEUSES, TÚMULOS E SÁBIOS
de C. W. CERAM

Obra, já clássica, narrando alguns
eventos na história da arqueologia.
Fala do esforço de Schliemann
para a descoberta de Troia, do
esforço de Champollion na
decifração dos hieróglifos, o
deslindamento das civilizações
da mesopotâmia, e do
conhecimento sobre astecas e
maias, mesmo depois do estrago
que os espanhóis fizeram.
São 380 páginas de aventuras.

INSCREVA-SE ASSIM:
Escolha apenas UM grupo, de 1 a 20,
com 5 dezenas já determinadas.Exemplos:
Grupo 1 = dezenas 01, 02, 03, 04 e 05.
Grupo 20 = dezenas 96, 97, 98, 99 e 00.
O vencedor será indicado pelo sorteio
da
Loteria Federal em 15/12/2010.
Escolha um grupo ainda disponível,
ATÉ as 17 horas do dia do sorteio.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

SORTESCO 114 - RESULTADO


Pela extração de hoje da
Loteria Federal ,
a dezena do 5° prêmio é 84,
de grupo não escolhido e,
por aproximação, a vencedora é
KITH!
Parabéns!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

SORTESCO 114

QUEM TEM MEDO DA MORTE?
de RICHARD SIMONETTI


Explanação sobre o fenômeno da
morte, sob a luz do espiritismo,
o que não destoa da cultura
nacional, apenas ajuda a
desfazer equívocos. Em 35
capítulos curtos, a temática é
destrinchada numa linguagem
coloquial clara, que não deixa
margem pra dúvidas.



AS GRANDES PROFECIAS
DE NOSTRADAMUS
de KURT ALLGEIER

As profecias de Nostradamus
ainda não perderam o encanto,
apesar das várias interpretações
equivocadas e do aparecimento
de outras “profecias”, como a,
assim dita, maia.
Aqui temos uma previsão de
guerra mundial iniciando em
1987, mas, ainda assim, é uma
boa introdução ao assunto.
A capa deste volume tem um
pequeno entalhe no canto
superior direito.

INSCREVA-SE ASSIM:
Escolha apenas UM grupo, de 1 a 20,
com 5 dezenas já determinadas.Exemplos:
Grupo 1 = dezenas 01, 02, 03, 04 e 05.
Grupo 20 = dezenas 96, 97, 98, 99 e 00.
O vencedor será indicado pelo sorteio
da
Loteria Federal em 08/12/2010.
Escolha um grupo ainda disponível,
ATÉ as 17 horas do dia do sorteio.

SORTESCO 113 - RESULTADO


Pela extração de ontem da
Loteria Federal ,
a dezena do 5° prêmio é 40,
do grupo escolhido por
CHICO!
Parabéns!

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

O SÉCULO DA GENTE 9


"Não quero ninguém alvoroçado com a minha presença.
Tratem-me como a qualquer outro grande homem".


(Compilado por Marion Kaplinsky
em "1001 razões para você sorrir")

domingo, 28 de novembro de 2010

SORTESCO 113


GROUCHO-MARXISMO
de BOB BLACK


Ao contrário do que o título sugere,
não
é livro de humorismo, enfocando
teses anarco-políticas (mais anarco
que políticas). Porém, as ideias são
mostradas de tal maneira que, o
humorismo termina aparecendo.
Por exemplo, uma tese de
abolição do trabalho. Só mesmo
rindo, né?


AS PALAVRAS QUE NINGUÉM DIZ
de CARLOS DRUMMOND
DE ANDRADE


Mais uma amostra da prosa de
Drummond, demonstrando sua
sensibilidade em 19 crônicas.
Com um olhar afinado observa
situações inusitadas, coletando o
ridículo das pretensões humanas,
sem esquecer o lado sentimental,
táo presente também neste
animal contraditório.



OS DOIS CAVALHEIROS
DE VERONA
e TRABALHOS DE AMOR
PERDIDOS
d
e WILLIAM SHAKESPEARE

Mais duas comédias do Bardo,
mostrando o esquisito modo de
vida condizente com a época
vitoriana. Ressalte-se que as
histórias são no estilo de novelas
da Globo, sempre envolvendo reis,
príncipes, duques, nobres,
fidalgos e moços e moças 'de
famílias conceituadas'.



INSCREVA-SE ASSIM:
Escolha apenas UM grupo, de 1 a 20,
com 5 dezenas já determinadas.Exemplos:
Grupo 1 = dezenas 01, 02, 03, 04 e 05.
Grupo 20 = dezenas 96, 97, 98, 99 e 00.
O vencedor será indicado pelo sorteio
da
Loteria Federal em 01/12/2010.
Escolha um grupo ainda disponível,
ATÉ as 17 horas do dia do sorteio.

sábado, 27 de novembro de 2010

SORTESCO 112 - RESULTADO


Pela extração de hoje da
Loteria Federal ,
a dezena do 5° prêmio é 51,
do grupo escolhido por
ANTONIO!
Parabéns!

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

LYTZAK SOU EU! 21 e 22

Micro novela em 22 micro capítulos

21 – NÃO, DILBERTO, NÃO!

Dilberto gesticulava e falava alto, estava furioso.
Ele era branquicelo, daquele tipo que fica vermelho
facilmente. Paulo era mais bronzeado, porém
estava avermelhado também. A discussão

chamava a atençao dos poucos funcionários
e
clientes que se encontravam na loja naquele
horário.

Eu não conseguia atinar com as palavras usadas,
ambos falavam muito e embaralhavam tudo,
contudo, distingui perfeitamente quando Dilberto
proferiu a palavra 'demissão'. Meu sentido de
perigo foi acionado e avancei para Dilberto, na
tentativa de acalmá-lo, gritando;
“Não, Dilberto, não!”.

Mas era tarde!


22 – DOIS PERDIDOS NUMA NOITE ESCURA

Paulo não socou o rosto do Dilberto como eu cheguei
a supor que faria. Agachou-se e abraçou as pernas de
Dilberto, que caiu para trás batendo a cabeça no chão.
Isso, longe de acalmar Paulo, o atiçou ainda mais,
como o cheiro de sangue atiça os instintos do
predador. Levantou o corpo de Dilberto como se
fosse
um molho de coentro ou salsa e fez bater sua
cabeça no chão mais três vezes com toda a força de

que dispunha.

O pessoal em volta acorreu e segurou Paulo, mas
o mal já estava feito. O crânio de Dilberto havia se
rompido e o sangue se espalhava pelo salão.

Nesse momento, dois fatos eu notei, mesmo sem

procurar visualizá-los.

Os dois personagens escuros que acompanhavam
Paulo, exibiam largos sorrisos de satisfação como
se tivessem cumprido com êxito uma tarefa custosa.

E Dilberto se apresentava com dois corpos!

Sim, coisa estranha pra mim ver isso 'ao vivo', porque
já tinha visto em filmes, realmente. Mas enquanto
Dilberto permanecia imóvel no chão, uma cópia dele
se mexia e procurava se levantar.

Então percebi que aquela trajetória de vida estava
concluída.
Não sei explicar como sei de coisa alguma, mas
sinto que sei. E então eu sabia que agora éramos
dois. Dois perdidos.
Dois perdidos numa noite escura!



quarta-feira, 24 de novembro de 2010

LYTZAK SOU EU! 19 e 20

Micro novela em 22 micro capítulos

19- ENCOSTO? EU?

- Desobsessão? Que bicho é este?

- É um processo em que se procura orientar os
espíritos que nos fazem mal, voluntariamente ou
não, tentando afastá-los da pessoa atingida por
esse fenômeno que nós chamamos de obsessão,
esclarecendo-o sobre a sua situação.

Ao encarnado, ou falando como quem não conhece
a doutrina, a pessoa 'viva', denominamos 'obsediado',
e ao espírito que se aproximou do encarnado,
denominamos 'obsessor'. Na linguagem das
pessoas menos esclarecidas, esse espírito é
chamado de 'encosto'.

Nesse ponto do esclarecimento da Dona Laurinha
eu me espantei:
“Encosto? Eu?!!!”.
Nunca tinha pensado numa coisa dessas.
Fantasma, tudo bem, até estava me acostumando.
Mas encosto?

Sempre ouvi falar de encosto como uma coisa ruim,
um negócio proveniente de uma fonte ruim.
E eu não sou ruim. Nunca fui uma pessoa ruim.
Tá certo, não era lá essas 'coisa toda' de bondade,
mas não era considerado um 'cabra' ruim.

Essa questão me desnorteou, perdi a concentração
e nem ouvi o resto das explicações que Dona
Laurinha deu pro Dilberto. Que, aliás foi pouca
coisa depois disto, e o Dilberto logo voltou pro
seu birô.


20 – SEGUNDA ALTERCAÇÃO

Ainda perturbado, coloquei-me ao lado de Dilberto,
mas sem prestar atenção no que ele fazia.
Encontrava-me profundamente absorto nos meus
pensamentos, recordando passagens da minha vida.
Acho que estava questionando o porque de não ser
considerado um cara 100% bom.

Nesse intervalo, Dilberto levantou-se do birô e foi até
à parte de exposição da loja. Segui-o ainda sem notar
o que fazíamos.
Eu estava como uma rolha de cortiça jogada na
correnteza.

Dilberto encontrou o funcionário Paulo, que
aguardava o colega com quem revezava a saída
pro almoço. Paulo era um 'armário', largo, troncudo
e bem mais alto que nós.
Sim, porque também sou baixinho.
Dilberto o recriminava, devido ás notas fiscais
irregulares que este emitira. A discussão seguia
acalorada, Paulo não aceitava as reclamações do
administrador.

Eu ainda estava apático quando, de repente, minha
visão acusou duas manchas escuras ao lado de
Paulo. Procurei firmar a vista e comecei a discernir
o que eram as manchas escuras:
Eram dois personagens com caras de poucos
amigos, agindo sobre o tórax e a cabeça de Paulo.
Pareciam como... deixe ver... os bruxos dos
desenhos que passam na TV, emitindo... energias
no corpo de Paulo. Eu não via nenhum raio, é
verdade, mas os gestos deles eram de quem
sabia o que estava fazendo.

SORTESCO 112


O HOMEM DUPLO
de C. J. KOCH

Reminiscências de um jovem
nascido e criado na Tasmânia,
ilha no sul da Austrália. Narra
a formação, relativo sucesso e
término de um conjunto musical
folclórico, nos anos 60, e um
crime/acidente (o narrador não
se define) subsequente.




A DRAMÁTICA HISTÓRIA
DA FÉ CRISTÃ
de J. J. VAN DER LEEUW

A doutrina difundida por Jesus,
apesar de difícil de seguir, é
extremamente simples; as
religiões dela derivadas, pelo
contrário, são altamente
complexas. A história da
construção do cristianismo
como religião formal engloba
muitos detalhes ainda
controversos. Essa história é aqui
enfocada, baseando-se,
principalmente, nas biografias
de eminentes figuras, como Clemente, Orígenes,
Plotino e Atanásio, entre outros.


INSCREVA-SE ASSIM:
Escolha apenas UM grupo, de 1 a 20,
com 5 dezenas já determinadas.Exemplos:
Grupo 1 = dezenas 01, 02, 03, 04 e 05.
Grupo 20 = dezenas 96, 97, 98, 99 e 00.
O vencedor será indicado pelo sorteio
da
Loteria Federal em 27/11/2010.
Escolha um grupo ainda disponível,
ATÉ as 17 horas do dia do sorteio.

SORTESCO 111 - RESULTADO


Pela extração de hoje da
Loteria Federal ,
a dezena do 5° prêmio é 13,
de grupo não escolhido e,
por aproximação, a vencedora é
YVONNE!
Parabéns!

LYTZAK SOU EU! 17 e 18

Micro novela em 22 micro capítulos

17 – ESCLARECENDO

Dona Laurinha começou a explanação visando
esclarecer Dilberto e, por tabela, ia me esclarecendo

também. Eu ouvia atentamente.

- Os espíritos das pessoas que morrem, Dr. Dilberto,
vão pra um destino certo sim, mas somente quando
têm alguma convicção do que vai acontecer com eles.

Se pensam que irão para o inferno, vão para um
inferno, isto é, um lugar onde sofrem muito, até
perceberem que podem sair daquele estado de
sofrimento.

Se pensam que irão para o céu, mas não têm
merecimento para chegar num lugar bom, ficarão
num lugar que pensam ser o céu, até perceberem
que estão no logro. Ou seja, estão comendo gato
por lebre.

Muitos, talvez a maioria das pessoas, não fazem ideia
do mundo espiritual, nem fazem a menor questão de
pensarem nisto. Esses ficam interagindo com a
dimensão dos 'vivos', muitas vezes pensando que
ainda estão de posse do mesmo corpo físico, que
já pereceu.

A diversidade de situações é imensa. Praticamente,
cada caso é um caso.

Aproveitando a pausa que Dona Laurinha fez,
Dilberto perguntou:

- E esse caso do Nonô, que não sabe como nem
porque, está aqui perto de mim? .


18 – CONTINUANDO A EXPLANAÇÃO

- Bem, nesse caso, o Nonô, como o senhor chama,
não tinha uma ideia clara do que pode acontecer
com ele, depois da morte. Não tinha e ainda não tem,
talvez nunca tenha se interessado em saber o que
dizem as religiões sobre isso.

Nesses casos, normalmente, os espíritos são atraídos
para lugares onde se reúnem a outros espíritos com
que ele tenha afinidade, quer dizer, que se
comprazem nos mesmos afazeres que lhe são
prazerosos, quando não são aprisionados por seres
que lhe querem mal, o que é muito comum devido a
nossos erros em vidas passadas e a ideia de
vingança que não abandona as nossas 'vítimas'
anteriores.

Essa situação do Nonô é muito rara, pois ele deve
ter sido atraído para o senhor devido a afinidade
decorrente de muitas existências anteriores em
conjunto. Raro porque ele não se lembra disso
conscientemente.

- Hum, certo. E até quando vai durar essa situação?

- Isso é indefinido, mas, se não está lhe causando
muitos problemas, acredito que se resolverá
facilmente, se o senhor se dispuser a ir a um
centro espírita e se submeter a um processo de
desobsessão.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

LYTZAK SOU EU! 15 e 16

Micro novela em 22 micro capítulos

15- INDO AO TRABALHO

Dilberto então (já assumi que eu não sou o Dilberto,
os fatos me venceram) conversou com a mãe e a
convenceu de que já estava bem e apto para ir ao
trabalho.
Ela ainda resmungou:
- Recuperação muito rápida! Por mim ficarias em
casa o resto do dia. Mas, já que queres ir, vai.

Fomos - sim, ele foi, mas eu não podia me desgrudar
dele, não como xipó... xifópago (Carlinhos me
ensinou), mas como... como... um vendedor de loja
de tecidos: Não saía do pé do cara – até a garagem
e entramos num Mille do ano.
Hum, pra quem pode! O meu, digo, do Nonô, é um
Gol 95.

Chegamos à loja em poucos minutos. É pertinho.
Bem, digo isso comparando com Salvador, né?
Lá, o cara mora na Baixa do Sapateiro mas vai
trabalhar na Pituba.

Na loja - um lojão - Dilberto foi logo pro escritório,
embora cumprimentando todos os funcionários
que encontrava.
O pessoal abria um sorriso sincero, o rapaz era
bem querido no lugar.
Ali encontrou o pai, e falou:
- Oi, pai, estou bem melhor e resolvi vir trabalhar.

- Ah, bom, tem umas notas fiscais rejeitadas pelo
fisco. Veja isso aí.

Dilberto pegou um maço de notas fiscais e dirigiu-se
ao seu birô.
Ali passou o resto da manhã, analisando aquele troço.


16 – DONA LAURINHA

Perto do horário do almoço, Dilberto deixa o birô
e vai conversar com a funcionária, Dona Laurinha.
É uma senhora de seus cinquenta anos, muito
simpática.
- Dona Laurinha, tudo bem com a senhora?

- Tudo bem, Doutor Dilberto. Esqueci de alguma
coisa?

- Não, não, Dona Laurinha, não é nada do serviço
não, mas eu queria que a senhora me esclarecesse
uma coisa. Se puder, claro.

- Pois não, no que eu puder lhe ajudar, estou às
ordens.

- Obrigado. É que hoje eu acordei, sabe? Assim...
Com uns pensamentos estranhos... De que eu não
era eu...

- De vez em quando isso acontece com quase todo
mundo.

- Não, mas não era pensamento meu mesmo não.
Era de um – ele até disse o nome - um tal de Nonô,
de Salvador. Disse que morreu anteontem.
E não sabia como é que estava aqui, junto de mim.

- Ah...

- Eu sei que a senhora entende dessas coisas de
espiritismo...

- As noções básicas eu tenho sim, e atuo como
médium, num centro espírita aqui perto.

- Isso!

- E, no seu caso, Doutor, eu vejo um espírito perto
do senhor, realmente.

Ela falou isso, olhando diretamente pra mim, como
se estivesse me vendo. Eu não estranhei isso,
claro, porque ainda não estou acostumado a ser...
digo, a me considerar um fantasma.
Porque pessoas que morrem e ficam vagando por
aí, são fantasmas, né?
Não entendo disso, apesar de morar per... digo,
ter morado perto de um terreiro de umbanda,
nunca me interessei por essas coisas.
O que sei aprendi nos filmes americanos.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

LYTZAK SOU EU! 13 e 14

Micro novela em 22 micro capítulos

13- QUEM É QUEM?

- Ei! Quem é você?

Voltei-me assustado, procurando quem me chamava.

- Hein?! Quem me chama?

Não vi ninguém.
Então percebi que aquela voz soava dentro da minha
cabeça!

- Por que está mexendo nas minhas coisas?

Minhas coisas? Aí entendi quem falava:
Era o Dilberto!
Mas como? Dilberto já era eu.

- Nada disso! Você não é o Dilberto coisa nenhuma!
E saia de cima de mim que é melhor!

Hein? Eu estava em cima de alguém?

Nesse instante me senti fora do corpo, olhava para
mim mesmo, com o corpo que sempre tive, e para o
corpo que não era eu!
Claro que fiquei confuso. Toda essa experiência
era nova pra mim.
Eu nunca tinha sentido que eu não era eu!

Contudo eu não podia me afastar daquele corpo,
que dizia que era Dilberto. Sentia-me como se eu
fosse um pequeno ímã puxado por um ímã maior.
Falei pra quem me falara antes, fosse ele
quem fosse:

- Explique-me o que está acontecendo, não estou
entendendo mais nada.

A voz agora vinha daquele corpo que antes eu tinha
ocupado e procurado me sentir bem à vontade nele.

- Não sei. Sei que também não estou entendendo.
Mas sei que você disse que era o Dilberto
e Dilberto sou eu.

- Eu não disse, só pensei.

- É a mesma coisa, eu ouvi sua voz. E você não
pode pensar assim, não pode tirar-me o que é meu!

E a disputa entre os dois Dilbertos continua...


14- DECISÃO

- Cara, é o seguinte: Morri anteontem.
Não sei como vim parar aqui e já estava me
habituando a esse corpo, que você diz que é o seu...

- Não é porque eu digo, É o meu! Se você mesmo
diz que morreu...

- É, tem razão. Mas como é que vim parar aqui?

- Sei lá.

- O jeito então é procurar uma mãe-de-santo...

- Procurar o quê?! De onde é que você vem, cara?

- Ah, é, em Salvador é fácil, é mesmo que baiana do
acarajé. Aqui né Salvador não, né?

- Vou fazer o seguinte: Tem uma funcionária lá no
trabalho, Dona Laurinha, que é entendida nessas
coisas de espiritismo. Vou conversar com ela, pra
entender o que está acontecendo.

- Isso! Num pode é a gente ficar nessa indecisão.

domingo, 21 de novembro de 2010

SORTESCO 111


A VIDA OCULTA E MÍSTICA DE JESUS
de A. LETERRE

O título do livro é enganador, o
objetivo, na maior parte do texto, é
contestar as 'verdades dogmáticas'
ensinadas pelo Catolicismo.
E tem isso uma base confiável:
A História e os Evangelhos.
A reencarnação aí é encarada como
ensinamento tradicional na maioria
das civilizações antigas.
Não é obra aconselhável pra quem
vê a doutrina católica como a única
verdadeira: Não é legal ficar sem ter
em que se apoiar.


INSCREVA-SE ASSIM:
Escolha apenas UM grupo, de 1 a 20,
com 5 dezenas já determinadas.Exemplos:
Grupo 1 = dezenas 01, 02, 03, 04 e 05.
Grupo 20 = dezenas 96, 97, 98, 99 e 00.
O vencedor será indicado pelo sorteio
da
Loteria Federal em 24/11/2010.
Escolha um grupo ainda disponível,
ATÉ as 17 horas do dia do sorteio.

sábado, 20 de novembro de 2010

SORTESCO 110 - RESULTADO


Pela extração de hoje da
Loteria Federal ,
a dezena do 5° prêmio é 03,
do grupo escolhido pela
KITH!
Parabéns!

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

LYTZAK SOU EU! 11 e 12

Micro novela em 22 micro capítulos

11- APARÊNCIAS ENGANAM

Bem, o que descobri é que esse Dilberto era um cara
complicado. Complicado não, atribulado.

”Minha mãe” veio me trazer um chazinho. Parece ser
uma santa mulher... Deve ter sofrido um bocado com
esse sujeito grosseiro que é o marido.

Mas, ora essa! Vejam o que tem aqui:
“Adoro meus pais. São pessoas compreensivas, gentis e
preocupadas com meu futuro. Pena que sou tão indeciso
e não sei o que quero da vida”.

É, pode ser que o pai não seja tão ruim quanto eu penso.
As aparências enganam. Vai ver que ele queria um filho
machão, e o Dilberto não corresponde ao perfil.
Indeciso, o Dilberto parece ser. Não queria estar na pele
dele. Epa!
Mas eu estou na pele dele!
E o pior é que estou indeciso também.


12- RETRATO NO BLOG

Esse negócio de blog é interessante. Essas notinhas dão
uma ideia do que é uma pessoa. Olha essa:

”Tive uma altercação com um empregado, o Paulo. Ele é
muito indisciplinado e não segue as normas das notas
fiscais. Não sabe ele que estamos sujeitos à fiscalização?
Quer nos dar um prejuízo com multas?
Chamei a atenção dele e ele não gostou. Quem tem que
não gostar sou eu. Só estou aguardando outra.”

Hum, menino brabo! Será que bateu o pezinho no chão?
Mas realmente tem muito empregado folgado mesmo, nem
liga pras ordens do patrão. Patrão é patrão, ora! Se num
quer obedecer, cai fora!

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

LYTZAK SOU EU! 9 e 10

Micro novela em 22 micro capítulos

9- DESVENDANDO O PASSADO

Quinze de setembro:
”A terrível solidão me oprime por todos os lados.
Sou uma ilha de angústia”
Já entendi: quer dar e não sabe se expressar.

Hum, anteontem, quando eu morri!
Esse cara não ia longe mesmo. Vê só:
”Suicídio é uma real opção pra toda criatura
deprimida. Tenho que considerar isto”.
Sifu! Suicídio psicológico. Existe isso?
É por isso que eu to aqui, comandando este barco
vazio. Ah, é isso mesmo! O cara ia abandonando o
corpo, e eu, recém liberado, peguei a vaga.

Ah, não! Isso não existe! É filme americano.
Pelas religiões que têm reencarnação, isso não pode.
Pelas que não têm, muito menos.
É, é um caso de cinema mesmo.
Mas vou aceitar isso, se não,
quem vai ficar pirado sou eu!


10- BLOGAR É FÁCIL

Será que tem algum arquivo com as senhas dele?
Epa! Isso não é bisbilhotar demais as coisas dos
outros?
Cê é besta, rapaz?
Você está bisbilhotando suas próprias coisas!

É, tenho de me conscientizar de que Lytzak sou eu.
He hé. Parece aquela piada do comerciante judeu:
”- Isaque saiu.
- Que pena. Eu vim pagar uma dívida.
- A senhor não entender: Isaque sâi ieu!”
Pois é: Lytzak sâi ieu!

Tenho que descobrir “minhas” senhas.
Tem a conta no banco, o cartão de crédito, o blog...
É. Posso blogar também. É só escrever umas
bobagens. Sempre vai aparecer uma alesada
pra dizer que adorou:
“Adorei o seu bloguinho. Passa lá no meu”.
Simples assim.

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

LYTZAK SOU EU! 7 e 8

Micro novela em 22 micro capítulos

7- CADÊ O DIÁRIO?

É, não tem cabimento um rapaz de 25 anos, dizer que
é pai de garotos de 14 e 16 anos. Tenho que renunciar
a essa ideia de que tenho filhos.
E mulher.
E mesmo, a Célia, de tanto comer acarajé e vatapá,
já não tem cintura.
Eu até já estava de olho na vizinha... Ah, que pitéu!
Mas está longe, deixa pra lá!

Tenho é que descobrir mais sobre esse Dilberto.
Já sei que não sou filho único, mas mina irmã,
que é mais velha, é casada e mora em Beagá.
Mas isso não interessa.
Tenho que procurar documentos, fotos...
Esse é o tipo do cara que deve tem um diário.
“Querido diário: Hoje fui visitar a vovó”...
Porra,cara! Um blog!
Tem computador no quarto, na certa ele tem um blog!



8- ACESSANDO

Vamos ligando...
Ih, rapaz! Pra internet é preciso usuário e senha.
Não, não, isso é em computador compartilhado,
como no trabalho.
Aqui, com certeza, não é compartilhado.
Primeiro, conectar... Tô dentro.

Agora, caçar o blog. Como é que eu faço?
Ah, deve estar nos favoritos.
Aí, Lytzak também. Esse cara não tem imaginação.
Não, tá certo, com um nome desses, pra que inventar?
Olhai! Num disse? Todo enfeitadinho. Esse Dilberto...
Será? Deixa eu me concentrar... uma contraçãozinha...
Não, parece que ta legal.
Igual ao meu, quer dizer, ao do Nonô.
Tem nada frouxo aqui não.

Oi, desceu demais. Ah, vamos ver aqui mesmo.
Doze de setembro:

Não sei se fico nesta vida descontente
Ou se não ligo mais pra tudo isso aqui.

Se dou um passo atrás, se dou um passo à frente.
To be or not to be”.

Hum... Não sabe se dá na frente, não sabe se dá atrás.
O que ele quer é dar. Grande maricas!

terça-feira, 16 de novembro de 2010

LYTZAK SOU EU! 6

Micro novela em 22 micro capítulos

6- MOCINHO SEM MEMÓRIA

Naquelas circunstâncias, sem mãe há mais de 20 anos,
eu bem que precisava de um colinho. E estava curioso.
Aproximo-me de minha mãe.
- Mãe, o que é que eu faço?
- Senta, meu filho, e come um pedaço da polenta.
- Não, mãe, quero dizer, que é que eu faço no trabalho?
- Ué! Tu não sabes?
- Acho que perdi a memória.

Da conversa com “mamãe”, descobri que eu sou formado
em administração a ajudo a dirigir a empresa de meu pai,
uma loja de material de construção.
Não tenho muitos amigos nem saio muito de casa.
Prefiro ficar no computador, muitas vezes jogando paciência.
Paciência? Eu hein! Isso não é comigo!

Mas, falando em jogo, lembro-me de meus moleques, Juca e
Neco, de 14 e 16 anos, que passam horas a fio, ou no video
guêime ou jogando no computador.
Lembrando-me dos meninos, lembro-me também da Célia,
minha mulher.
Minha?!
Tenho que me decidir: Ou sou Nonô ou sou Lytzak.
Lytzak é solteiro e não tem filhos.
Pô! Nonô morreu!

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

SORTESCO 110

XÓGUM
de JAMES CLAVELL

O autor situa a trama num lugar e
num período histórico riquíssimo em
condições inusitadas: O Japão do
século 17, onde a luta político-
militar entre senhores feudais para
assumir o domínio nacional, através
do xogunato - braço militar do
imperador - conjuga-se ao contato
com a c
ultura ocidental, representada principalmente
por portugueses e ingleses.
Clavell caracteriza-se por exaustiva
pesquisa histórica, modifica alguns
nomes para preservar o caráter de
ficção.
As imagens de capa e contracapa
são da série televisiva dos anos 80,
estrelada por Toshiro Mifune e
Richard Chamberlain.
Dois volumes totalizando 1250 páginas.


INSCREVA-SE ASSIM:
Escolha apenas UM grupo, de 1 a 20,
com 5 dezenas já determinadas.Exemplos:
Grupo 1 = dezenas 01, 02, 03, 04 e 05.
Grupo 20 = dezenas 96, 97, 98, 99 e 00.
O vencedor será indicado pelo sorteio
da
Loteria Federal em 20/11/2010.
Escolha um grupo ainda disponível,
ATÉ as 17 horas do dia do sorteio.

LYTZAK SOU EU! 5

Micro novela em 22 micro capítulos

5- BICHO BRUTO

Batem na porta.
- Filho, tu não vais trabalhar? Teu pai já está pronto!
Uma voz cansada, mas amigável.

Abro a porta e vejo uma simpática coroa de mais de
50 anos de idade.
Deve ser minha mãe.
- Oi, mãe, bom dia!
- Que cara é esta, menino?
Eu também gostaria de saber.
- Hum?...
- Estás pálido. Parece que viste fantasma...


Penso:
“Acho que vi um fantasminha. Vi sim, ora se vi!”
- Não sei... Acho que estou doente.

Puxa-me pelo braço.
- Vem cá, Beto, deixa teu pai te ver.

Na mesa, tomando café, um corpulento senhor de
seus sessenta anos e cara de poucos amigos.
Fico observando e pensando:
“Então é “isso” que agora é meu pai?
Não gostei!”

- Que foi? Que é que ta olhando?
Voz áspera. O bicho é bruto mesmo.
- Bom dia, pai! Acho que estou doente.
- Ah, com certeza que tá!
Com essa cara de bezerro desmamado...
Fica aí com tua mãe, eu me viro no trabalho.

”Bem, pelo menos, prático ele é”.
Terminou o café, levantou-se e saiu sem se despedir.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

LYTZAK SOU EU! 4

Micro novela em 22 micro capítulos

4- FANTASMAS NÃO TELEFONAM

- Morri?! Quer dizer, morreu?!

- É, morreu.


- Como foi isso, homem?


- Mas, quem fala, por favor?


- É... Dilberto, um amigo do Antenor. Estou em Curitiba.


- Ah, tá. Foi assim: Um colega... Colega não, um filho da puta

empurrou um colega, que caiu em cima do Antenor. Ele
bateu a
cabeça na parede e arrebentou-se. Foi uma sangreira
danada. O
colega deslocou a clavícula. O miserável do
estagiário ta preso.
Devia estar emaconhado, o desgraçado.

- Pô! Que merda! O cara era legal pra caramba.


- É, Tá todo mundo triste aqui. Todo mundo gostava dele.


- Ah, então... Como é mesmo seu nome? (To ficando esperto).


- Carlos.


- Tá, Carlos. É uma má notícia, mas obrigado pela informação.

Té mais.

- Té!


- Porra! Morri e esqueci de me avisar! E agora?
Estou no inferno ou no céu?
Morri nada, cara. Fantasma não telefona!

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

SORTESCO 109 - RESULTADO


Pela extração de ontem da
Loteria Federal ,
a dezena do 5° prêmio é 80,
do grupo escolhido pela
JACK!
Parabéns!

LYTZAK SOU EU! 3


Micro novela em 22 micro capítulos

3- CARLINHOS SABE

“Vou telefonar pro Carlinhos, ele deve me dar o
paradeiro do Antenor. Disfarço a voz e...
Ih, que besteira, minha voz deve estar outra.
Deixa ver”
- Vejamos, digo “Oi Carlinhos!”. Mas que voz de fresco!
Fala grosso, homem! Tem jeito não. Mudou mesmo.
Peraí, se eu vou perguntar pelo Antenor, eu não
sou o Antenor, nem conheço o Carlinhos.
Então falo assim:
“Bom dia! O Antenor está?”.
É isso!

”Hum, telefone no quarto...
Esse Dilberto é um boa-vida.
O quê?
Lista de Curitiba? Estou em Curitiba?
Que é que estou fazendo aqui?
É longe “pacaraio” de Salvador! Putz!
Bem, sete e vinte, o pessoal já ta no escritório.
Vamovê se o Carlinhos esclarece isso”.

- 071xx........

Brr... brr...
- Alô!
- Bom dia! O Antenor está?
- Está sim, vou cha...
- Que foi? Mudou de idéia?
- Ih, cara, vai dar não. Antenor num tá não.
- Não está ou não quer atender?
- Antenor morreu anteontem.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

LYTZAK SOU EU! 2


Micro novela em 22 micro capítulos

2- DILBERTO

É o espelho!
”Como???
Quem é esse babaca que me olha?"
Fecho os olhos pra me recuperar do
susto, mas aí, a bexiga se faz notar.
Aproximo-me do vaso sanitário.
Tcholololó...

"Bem, pelo menos o tchololó é igual. Quarto estranho,
banheiro estranho, cara estranha... Só falta agora...
Eitcha! O bicho tá maior, cara!
Será que fiz plástica e não lembro?
A cara, pode ser, mas o bilau?
Não se costuma fazer cirurgia de alongar o bilau.“

Volto ao espelho. Observo. O espanto é menor.
Sorrio. Olho os dentes. Faço careta.
”É, deve ser eu. Mas esse cara aí não tem 45 anos.
Quando muito, tem vinte e cinco”

Volto pro quarto, vejo o criado-mudo e vou procurar
documentos. Na primeira gaveta, uma carteira.
Procuro a cédula de identidade.
Acho uma com a cara do espelho.
”Doze de julho de 1985: Vinte e cinco anos.
Pelo menos em estimar idade, eu vou bem”
Leio o nome do identificado:
”Dilberto Razos Lytzak. Isso é nome de gente?
De onde vem uma coisa dessa?
Qualé? Meu nome é Antenor Laílson de Lima Sá, o Nonô.
Tenho 45 anos. Que porra é essa de Dilberto?”

domingo, 7 de novembro de 2010

LYTZAK SOU EU! 1


LYTZAK SOU EU!
Micro novela em 22 micro capítulos


1 -
UM PALERMA OLHANDO PRA MIM!


"Hmmm... Eu estava no corredor,
indo para o cafezinho, quando
o Vicentão caiu em cima de mim.
Meti a cabeça na parede.
Foi um pancadão.
Quem era aquele idiota que
empurrou o Vicentão? Não conheço.
Deve ser o estagiário.”

Apalpo a cabeça.
"Ué! Nem um galo, nem um corte! E não dói!"
Verifico que estou deitado numa cama, e procuro levantar-me.
Sento na cama e observo o quarto.
"Onde estou? Que quarto estranho é esse? Hotel?"
Sinto a bexiga cheia.
"Bem, vamos à mijadinha".
Levanto e vou ao banheiro.
Paro estarrecido!
Uma cara de palerma está olhando pra mim, espantada.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

NOVA NOVELA


Hoje venho anunciar que o primeiro capítulo da nova
novela, será publicado na segunda-feira.

- Ah, não, tesco, novela de novo? Já estamos cheios
desse negócio de Erenice, Paulo Preto, aborto,
censura...

Não é nada disso não, isso aí é política, e como disse
Juca Chaves: “Politica é confusa, ninguém chega à
conclusão, um lado diz que sim, o outro diz que não”.
A novela que falo é um conto meu, e, como todo
mundo sabe, não gosto de postar texto muito
comprido, por isso...

- Como 'todo mundo sabe'? Você nem disse isso!

Ah, tá, então ficam sabendo agora. Como achei que
o texto é muito grande, resolvi postá-lo como uma
novela, em capítulos.

- É muito grande mesmo?

Na verdade, não é não, mas...

- Ah, sei, você quer se valorizar.

Pshhh! Fala baixo! É que achei que fica mais fácil ler
um texto curtinho todo dia, do que ler um 'textão'
duma vez só. Por isso eu chamo de micro novela.

- Tem gente que prefere o 'textão'.

Sim, eu sei, mas nesse caso fica fácil resolver, é só
dar uma passada por aqui na sexta-feira e ler os
capítulos da semana de uma só vez. Não é muito
sacrifício.

- É, né não, it's no sacrifice at all.

Hum, capricha, véi!

- E como se chama a novela?

Chama-se “Lytzak sou eu!”.

- Vixe! Que coisa esquisita.

Bem, a culpa não é minha, o cara deve ser
descendente de húngaro, ou coisa assim.

- Mas você não é o autor da novela?

Sou. Mas os personagens exigem coisas, sabe?

- Ah, lá vem você com essa conversa...

Podes crer, cara! Veja nos seus contos. Ué! Que
contos você tem?

- Eu? Tenho nenhum não.

Então vale o que eu escrevi. Rerrerré! Até segunda!

Abraço do tesco.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

SORTESCO 109


VISÕES DE ROBÔ
de ISAAC ASIMOV


Histórica coletânea de contos
e artigos sobre robôs do mais
famoso escritor de ficção
científica e divulgador de ciência.
S
ão 18 contos e 16 artigos em
462 páginas e com ilustrações.
O volume tem manchas de
umidade nas primeiras e últimas
páginas, mas nada que
comprometa a leitura.




INSCREVA-SE ASSIM:
Escolha apenas UM grupo, de 1 a 20,
com 5 dezenas já determinadas.Exemplos:
Grupo 1 = dezenas 01, 02, 03, 04 e 05.
Grupo 20 = dezenas 96, 97, 98, 99 e 00.
O vencedor será indicado pelo sorteio
da
Loteria Federal em 10/11/2010.
Escolha um grupo ainda disponível,
ATÉ as 17 horas do dia do sorteio.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

O SÉCULO DA GENTE 8


A vida é cheia de surpresas.
Experimente dizer "nunca" e você verá.


(Compilado por Marion Kaplinsky
em "1001 razões para você sorrir")

SORTESCO 108 - RESULTADO


Pela extração de hoje da
Loteria Federal ,
a dezena do 5° prêmio é 82,
de grupo não escolhido e,
por aproximação, o vencedor é
UELTON!
Parabéns!

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

O SÉCULO DA GENTE 7


Um casal vai ao dentista. O marido diz:
"Preciso extrair um dente. Não quero éter
nem anestesia pois estou com muita pressa.
Apenas seja rápido".
"O senhor é um homem muito corajoso",
responde o dentista. "Mostre o dente".
O marido se vira para a mulher e ordena:
"Abra a boca e mostre o dente!".


(Compilado por Marion Kaplinsky
em "1001 razões para você sorrir")

SORTESCO 108


O ARQUEÔMETRO
de SAINT-YVES D'ALVEYDRE

Quem não aprecia leitura
esotérica não deve se candidatar
a este livro.
Embora a imagem da capa seja
bonita, não vale a pena tê-lo na
prateleira sem ter ideia do que
contém. Trata da análise de um
instrumento que relaciona signos
zodiacais e planetários, cores,
notas musicais e letras com seu
valor cabalístico. Em resumo, pra
quem não gosta, é chato até
dizer: Basta! E tem 400 páginas!



INSCREVA-SE ASSIM:
Escolha apenas UM grupo, de 1 a 20,
com 5 dezenas já determinadas.Exemplos:
Grupo 1 = dezenas 01, 02, 03, 04 e 05.
Grupo 20 = dezenas 96, 97, 98, 99 e 00.
O vencedor será indicado pelo sorteio
da
Loteria Federal em 03/11/2010.
Escolha um grupo ainda disponível,
ATÉ as 17 horas do dia do sorteio.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

O SÉCULO DA GENTE 6


Um monge budista aproximou-se
da barraca de cachorro-quente:
"Quero um com o Todo!".


(Compilado por Marion Kaplinsky
em "1001 razões para você sorrir")

SORTESCO 107 - RESULTADO


Pela extração de hoje da
Loteria Federal ,
a dezena do 5° prêmio é 98,
do grupo escolhido por
UELTON!
Parabéns!

sábado, 23 de outubro de 2010

O SÉCULO DA GENTE 5


Quanto mel uma abelha produz em um dia?
"O suficiente para encher um pote e ainda
sobrar um pouquinho para colar o rótulo".


Compilado por Marion Kaplinsky
em "1001 razões para você sorrir")

SORTESCO 107


TODOS OS PRAZERES DO SEXO
de BRUNO BERDINELLI


Na obra, são enfocados, sem
preconceito e sem fanatismo,
diversos detalhes do
relacionamento sexual, visando,
preponderantemente, ao prazer.
Contudo, não esgota, nem de
longe, o assunto, visto que o
livro tem apenas 60 páginas.







SIMPATIAS PARA O SEXO
Editora EDIOURO


Coletânea de simpatias, mas do
modo como o termo é
referenciado no Brasil, isto é,
englobando fitoterapia, auto
sugestão e simpatia propriamente
dita. A qualificação de
'infalíveis', constante na capa, tem
sua razão de ser: A fitoterapia dá
resultado na maioria dos casos; a
auto sugestão é uma boa forma
de cultivar o pensamento
positivo; e as simpatias são
infalíveis...
na hora de arrancar
gargalhadas do leitor.



A OUTRA FACE DO SEXO
de EMÍDIO e MARISLEI BRASILEIRO


Num enfoque bem diferente dos
anteriores, o fanatismo continua
ausente, mas o preconceito surge
com bastante força. A boa
vontade
dos autores se evidencia,
porém
quase tudo (ou tudo que
não for 'papai e mamãe') é
apresentado como 'desvio' ou
'anomalia'.
Contudo, não chega a ser um
maual do Edir Macedo, não é
pra ser jogado fora antes de se
ler. É interessante conhecer as
razões dos autores.


INSCREVA-SE ASSIM:
Escolha apenas UM grupo, de 1 a 20,
com 5 dezenas já determinadas.Exemplos:
Grupo 1 = dezenas 01, 02, 03, 04 e 05.
Grupo 20 = dezenas 96, 97, 98, 99 e 00.
O vencedor será indicado pelo sorteio
da
Loteria Federal em 27/10/2010.
Escolha um grupo ainda disponível,
ATÉ as 17 horas do dia do sorteio.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

O SÉCULO DA GENTE 4


Uma garotinha pediu ao pai uma varinha de condão
como presente de Natal.
E acrescentou: "Não se esqueça de colocar as pilhas!".


Compilado por Marion Kaplinsky
em "1001 razões para você sorrir")

SORTESCO 106 - RESULTADO


Pela extração de hoje da
Loteria Federal ,
a dezena do 5° prêmio é 78,
do grupo escolhido por
JACK!
Parabéns!

sábado, 16 de outubro de 2010

O SÉCULO DA GENTE 3


Mantra para gente atualizada:

Veni, vidi, visa. Ou seja: Vim, vi e comprei!

Compilado por Marion Kaplinsky
em "1001 razões para você sorrir")

SORTESCO 106


MEU PROFESSOR, MEU HERÓI
de ADELAIDE CARRARO


História sobre envolvimento
de adolescentes com drogas
em ambiente escolar.
E atuação heroica de um
padre professor na defesa
de seus alunos.
Livro para jovens, 104 páginas.






RUMO À LIBERDADE
de GISELDA LAPORTA NICOLELIS


Amizade é posse?
Esse tema é enfocado
nesse opúsculo de literatura
infanto-juvenil, de 30 páginas,
numa história com as
reminiscências de um jovem
médico.





O SORVETE
E OUTRAS HISTÓRIAS
de CARLOS DRUMMOND
DE ANDRADE

Sempre é legal ler a prosa de
Drummond, livre, leve e solta.
São 15 contos em apenas 60
páginas, mas nos deixando a
leve impressão de que a vida
deve ser focada com um olhar
positivo e, assim, diminuir o
amargor, que às vezes é bem
grande.




INSCREVA-SE ASSIM:
Escolha apenas UM grupo, de 1 a 20,
com 5 dezenas já determinadas.Exemplos:
Grupo 1 = dezenas 01, 02, 03, 04 e 05.
Grupo 20 = dezenas 96, 97, 98, 99 e 00.
O vencedor será indicado pelo sorteio
da
Loteria Federal em 20/10/2010.
Escolha um grupo ainda disponível,
ATÉ as 17 horas do dia do sorteio.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

SORTESCO 105 - RESULTADO


Pela extração de hoje da
Loteria Federal ,
a dezena do 5° prêmio é 30,
de grupo não escolhido e,
por aproximação, a vencedora é
HISCLA!
Parabéns!
ADENDO:
Como Hiscla abre mão de "Pedaços do cotidiano",
o ganhador desse ítem é quem acertou
a dezena do 4º prêmio (72) e, por aproximação,
esta é CYNTHIA.

domingo, 10 de outubro de 2010

O SÉCULO DA GENTE 2


Quem ri por último deve fazê-lo de uma distância segura.

(Compilado por Marion Kaplinsky
em "1001 razões para você sorrir")

SORTESCO 105


PEDAÇOS DO COTIDIANO

de ZÍBIA GASPARETTO
No tempo em que, nas telas de
cinema, “Nosso Lar” leva as
pessoas a meditarem sobre a
possibilidade de intercâmbio entre
'vivos' e 'mortos', uma obra que
narra diversos casos com interação
entre essas duas dimensões, não
está fora do contexto. São 50
contos distribuídos em 228 páginas.

Nada que possa desviar o leitor
do caminho do bem.


O DIA DE ÂNGELO
de FEREI BETTO

Romance sobre um prisioneiro
político no nosso período ditatorial.

Em pouco mais de cem páginas são
narradas as angústias, dúvidas e
terrores pelas quais passa um
jovem não diferente de qualquer um
de nós daquela época.



INSCREVA-SE ASSIM:
Escolha apenas UM grupo, de 1 a 20,
com 5 dezenas já determinadas.Exemplos:
Grupo 1 = dezenas 01, 02, 03, 04 e 05.
Grupo 20 = dezenas 96, 97, 98, 99 e 00.
O vencedor será indicado pelo sorteio
da
Loteria Federal em 13/10/2010.
Escolha um grupo ainda disponível,
ATÉ as 17 horas do dia do sorteio.

sábado, 9 de outubro de 2010

SORTESCO 104 - RESULTADO


Pela extração de hoje da
Loteria Federal ,
a dezena do 5° prêmio é 34,
de grupo não escolhido e,
por aproximação, o vencedor é
EDU!
Parabéns!

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

O SÉCULO DA GENTE - 1


Se eu tivesse de escolher entre meu desejo
mais profundo e um sanduíche de queijo,
escolheria o sanduíche sem pestanejar.

Afinal, nada é melhor que seu desejo mais profundo,
certo?
E um sanduíche de queijo é melhor que nada!

(Compilado por Marion Kaplinsky
em "1001 razões para você sorrir")

SORTESCO 104


AS SEREIAS DO ESPAÇO
de JORGE LUIZ CALIFE


Um dos poucos autores
brasileiros rotulados como de
ficção científica, gênero de
pouco sucesso aqui, quando
o autor não é estrangeiro.
A obra
tem mais de 300 páginas
compartilhadas por 14 contos,
que, se não são excepcionais,
são muito interessantes.





INSCREVA-SE ASSIM:
Escolha apenas UM grupo, de 1 a 20,
com 5 dezenas já determinadas.Exemplos:
Grupo 1 = dezenas 01, 02, 03, 04 e 05.
Grupo 20 = dezenas 96, 97, 98, 99 e 00.
O vencedor será indicado pelo sorteio
da
Loteria Federal em 09/10/2010.
Escolha um grupo ainda disponível,
ATÉ as 17 horas do dia do sorteio.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

SORTESCO 103 - RESULTADO


Pela extração de hoje da
Loteria Federal ,
a dezena do 5° prêmio é 85,
do grupo escolhido por
CYNTHIA!
Parabéns!

domingo, 3 de outubro de 2010

COTIDIANO DA GUERRA


Nova incursão pelo passado, com essa crônica publicada
em setembro de 2005, no blog Nós por Nós, hospedado
no Weblogger.

COTIDIANO DA GUERRA

Muitos relatos, em livros e filmes diversos, retratam o
dia-a-dia da guerra como algo com que a gente pode
se acostumar.
E é verdade.

O ser humano é extremamente adaptável e acostuma-se
com tudo. Lembra-me até aquela crônica da Marina
Colasanti (e que circula na internet atribuída por vezes
a Clarice Lispector), "Eu sei, mas não devia", em que
ela escreveu:
"Eu sei que a gente se acostuma, mas não devia".

Pois é, não devíamos nos acostumar com a guerra.
Nem com as notícias sobre ela.


Quando eu prestava o serviço militar no Exército, ouvi
contar sobre um capitão que, tendo feito treinamento
de guerra na selva, após três meses de terminado o
curso, já tranqüilo em casa, acordava-se sobressaltado
com qualquer ruído e estendia a mão ao lado da cama,
procurando por um fuzil que, naturalmente (graças a
Deus, os militares não levam o fuzil pra casa!), não
encontrava.

Contava-se também que, antes de enviar os soldados
pra guerra (na época, era no Vietnam), o exército
americano promovia um treinamento de "brutalização",
verdadeiro curso de desumanização.

Este treinamento é tema do penúltimo filme de Kubrick,
"Nascido para matar" (Full metal jacket - 1987). O diretor
já havia incursionado pelo absurdo humano em "Laranja
mecânica" (A clockwork orange - 1971) e "Glória feita de
sangue" (Paths of glory - 1957).

Com efeito, pra se deixar de visualizar qualquer outro
ser humano, como um igual, não é preciso muito
esforço, os preconceitos arraigados na nossa mente
facilitam isso tremendamente.
Mas pra somente visualizá-lo como inimigo que deve
ser exterminado, é preciso uma ajuda extra.

O homem tem, neste caso, que esquecer todos os
resquícios de civilização, e apelar para os instintos
predatórios remanescentes em si, e voltar a ser um
animal predador, do qual, de acordo com as teorias
biológicas predominantes, proveio. É o processo de
bestialização, a verdadeira licantropia, tornando
realidade a fantasia do lobisomem.
O homem tornando-se o lobo do homem.

Alguns dizem que o homem tem apenas um verniz
de civilização e, por qualquer bobagem, esse verniz
descasca, mostrando-se então seu verdadeiro ego.
Não concordo com esse pensamento.

Existem os Fernando Beira-mar e os Pedro Dom
(Nota atualizada: Este último foi esquecido pela mídia
depois que foi morto em setembro de 2005, mas
notabilizou-se pela crueldade), isto não quer dizer
que todos tenham um sujeito desses embaixo da pele.

Penso, pelo contrário, que o homem tem uma vocação
pacífica e, com o tempo, esses casos de regressão
ficarão cada vez menos freqüentes.

Torçam para que eu esteja com a opinião correta.

Abraço do tesco.