TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

quinta-feira, 3 de julho de 2014

CONTRACANTO: BRUTAL

Eis uma resposta de um bruto, o comentário brutal a uma 
das instigantes criações da Shirley

Ela, apaixonada sofrendo com a indiferença do amado, que 
não lhe corresponde os anseios de carinho e delicadeza de 
sentimentos, recebe o recado cru de alguém que é rústico, 
mas que lhe assegura o seu amor e lhe suplica, um tanto 
sem jeito, que continue tendo paciência com ele. 

Vejam como ficou: 

"MIGALHAS
Shirley

Como fantoche preso aos cordéis do amor
deixo-me sucumbir
 nos braços do silêncio
e não consigo me opor
 à força bruta de tua indiferença.
Raramente
me envias doce mensagem
da cor do sol da manhã
palavras transitórias
que fazem o coração pulsar ao vento.
Iludida e automatizada
 recrio esperanças
no palco onde tantos sentimentos se atritam
e mais uma vez te espero quase num enlevo
sem chão e sem futuro
nas reticências de todo poema que escrevo..."

   *   *   *   

Mas o 'bruto' mandou-lhe este recado: 

"BRUTAL
tesco

Sou bruto, que queres? 
Mas os brutos também amam. 
Minha voz quando te chama 
visa incendiar teu bosque 
e não atenuar-te  a chama. 

Meu amor não é jardim, 
é agreste como caatinga. 
Sou integralmente assim: 
Como cacto tenho flores, 
mas a maior parte é espinho. 

Mas não me deixes sozinho, 
necessito tua chuva 
para amenizar a seca 
do meu solo ressequido 
e dar paz ao meu caminho." 

   *   *   *   

Talvez pareça contraditório, mas a vida é assim mesmo; 
Não é a exata correspondência de sentimentos, o fato 
comum da vida. O mais corriqueiro é justamente isso: 
Alguém que se dedica com muito carinho e zelo a cuidar 
de uma relação (não somente conjugal), e uma contraparte 
que é mais contra do que parte. 

- Mas não seria isso uma "contravida"? 

Não, não é. A humanidade existe (por enquanto) para isso 
mesmo, o ser mais avançado em sentimento se aplica na 
difícil tarefa de auxilar o menos avançado a atingir o seu 
próprio nível, ou, o mais próximo disto. 

É assim, e somente assim, que conseguimos todos dar 
um pequeno passo na direção do bem e do amor, que é, 
tem que ser, o destino de todos nós. 

"Não negue seu olhar 
nem seu carinho a mais ninguém, 
assim, você feliz só sorrirá!" 
(Deny e Dino em "Coruja", 1965)

Abraço do tesco. 

4 comentários:

ॐ Shirley ॐ disse...

É interessante, tesco, saber das muitas interpretações que um poema pode ter. Certamente, depende do estado de alma de quem lê. E só quem escreve uma poesia, sabe dizer (mas, não diz), o quanto há nela de verdadeiro e o quanto há de fantasia. Acho divertido esse exercício de tentar descobrir o que sente o autor.
Gosto de suas respostas. De repente pode render um livrinho a quatro mãos rs.
Beijos!

Denise disse...

Na verdade existem diversas formas de expressar nossos sentimentos, não é porque a pessoa é bruta, que ela não os tem.
Tesco, achei muito pertinente seu comentário em meu blog. De fato, as traduções podem nos mostra faces que são mais coerentes com a mensagem do Cristo. Muita paz!

Anônimo disse...

Tesco, você se saiu muito bem como o apaixonado embrutecido. Gostei principalmente da última parte. Foi uma linda maneira de botar para fora o seu amor.
Beijotescas

Anônimo disse...


Tesco, tá muito bonito!
Belo..os poemas de amor!
Assim tão diversos revelam as diferentes formas de expressar esse sentimento tão humano e tão contraditório.
Adorei.
Hiscla