TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

domingo, 28 de junho de 2015

ANALISANDO LETRAS - 16

NOSSA SENHORA

Nessa composição de Roberto Carlos a melodia é impecável, 
e a letra, muito sedutora, tem o aspecto de uma oração. 
Em que vou meter o pé e gritar que é falha? 
Não vou, evidentemente, gosto da música e ouço-a algumas 
vezes. Não acostumei a cantá-la, mas isso não diz nada contra 
ela, é somente questão de hábito. 

Apenas, se fosse vista como oração, guardaria pequena falha, 
comum nas orações da maioria: Não mostra nenhuma palavra 
de agradecimento! Os benefícios que nos são concedidos, são 
todos esquecidos nos momentos de aflição, só nos lembramos 
de pedir por ajuda e clamar por socorro. Mas isso é um aspecto 
perfeitamente humano e compreensível. 

Mas aqui não analisamos uma oração e sim letra de música. 
Então falta de agradecimento não pode ser visto como falha. 
O que se nota, porém, é a completa ausência de outro assunto 
que não seja pedir! 

Mais do que isso, é uma verdadeira imposição da obrigação de 
cuidar de nós, que o compositor impetra contra Nossa Senhora! 
A coitada não fica nem com um minuto para descansar. Se não 
for comparada a uma escrava, no mínimo, pode se equiparar a 
uma empregada doméstica de alguns anos atrás. 

Não venho tirar o mérito da letra que, como poema, está bem 
formatado e mostra o cuidado de autor em sua elaboração. 
Apenas o sentido da coisa é que não me parece devidamente 
direcionado: É um 'faz isso-faz aquilo' talvez excessivo. 

E, se se olhar direitinho, é, na verdade, um esforço supérfluo. 
Pede-se a uma mãe que ela faça o que já faz normalmente, 
de forma espontânea. Que mãe não cura as feridas do seu 
filhinho, não o agasalha com carinho, não lhe alivia de toda 
mágoa que possa? 

Mas reveja, porque vale a pena. 
Siga o link clicando sobre o título: 

NOSSA SENHORA 
Roberto Carlos

Cubra-me com seu manto de amor 
Guarda-me na paz desse olhar 
Cura-me as feridas e a dor me faz suportar 

Que as pedras do meu caminho 
Meus pés suportem pisar 
Mesmo ferido de espinhos me ajude a passar 

Se ficaram mágoas em mim 
Mãe tira do meu coração 
E aqueles que eu fiz sofrer peço perdão 

Se eu curvar meu corpo na dor 
Me alivia o peso da cruz 
Interceda por mim minha mãe junto a Jesus 

Nossa Senhora me de a mão 
Cuida do meu coração 
Da minha vida do meu destino 

Nossa Senhora me dê a mão 
Cuida do meu coração 
Da minha vida, do meu destino 
Do meu caminho 
Cuida de mim 

Sempre que o meu pranto rolar 
Ponha sobre mim suas mãos 
Aumenta minha fé e acalma o meu coração 

Grande é a procissão a pedir 
A misericórdia o perdão 
A cura do corpo e pra alma a salvação 

Pobres pecadores oh mãe 
Tão necessitados de vós 
Santa Mãe de Deus tem piedade de nós 

De joelhos aos vossos pés 
Estendei a nós vossas mãos 
Rogai por todos nós vossos filhos meus irmãos 

Nossa Senhora me de a mão 
Cuida do meu coração 
Da minha vida, do meu destino 
Do meu caminho 
Cuida de mim! 

  *   *   *   

Sem dúvida, é uma bela peça musical, apenas, pondo-me a 
pensar, fico me perguntando: Se Nossa Senhora cuidar do meu 
coração, da minha vida, do meu destino, do meu caminho, em 
suma, cuidar de mim, o que me restará pra fazer? 

Isso não é a negação do foi proposto pra nós, por parte do 
Criador, concedendo-nos a vida? 
Afinal, a vida não nos é dada exclusivamente para gozar das 
delícias do mundo, mas para agirmos, integrarmo-nos com 
nossos irmãos e, principalmente, nos auxiliarmos uns aos outros. 

Antes de tudo temos que nos esforçar para conseguir algum 
objetivo, depois de jogarmos toda nossa força na luta e, apesar 
disso, conseguirmos pouca coisa ou mesmo nada, aí sim: 
QUE NOSSA SENHORA NOS AJUDE! 

Abraço do tesco. 

6 comentários:

lua singular disse...

Oi tesco,
Só sobram as praias, homens e mulheres bonita, o carnaval, as deliciosas iguarias, então pra tudo isso faltou ele pedir muito dinheiro.
Virgem- Desculpa, é o que penso.
tesco, você mandou e-mail pra mim hoje, já levei uma lavada hoje só minimizou com a ajuda do blog, não abri, foi só selecionar para mandar para uma blogueira.
Mama mia, quase me deu um infarto.Beijos

Bárbara e Érika disse...

Temos sempre que agradecer pelas graças concedidas, não apenas pedir, pedir e pedir sem fim.

Sor.Cecilia Codina Masachs disse...

Muy agradecida por dejarme un comentario en mi blog. No entiendo el portugués más que un poquito y veo que no tiene traductor.
Gracias, gracias.
Un saludo.
Sor. Cecilia

Hecta disse...


Tesco, como sempre com uma fala muto prudente e sábia!
ontem li algo mais ou menos assim: "pegue sempre a fila dos agradecimentos porque ela é sempre menor que a outras".
Creio que isso não?

Uma notinha: o habito de transferir para santidades e divindades a responsabilidade de nossas é uma permanência do medievo, de antes do renascimento ainda...quando o mundo ainda era teocêntrico e antropocentrico!
beijos e saudades.

hiscla

ॐ Shirley ॐ disse...

É assim mesmo, tesco. A maioria das pessoas, pensa que faz parte dos "escolhidos" e que pedindo, Deus proverá. É só fazer a petição e ficar sentada de braços cruzados.Isso é ter fé cega e não entender que tudo é resultado dos nossos atos.
Bonan nokton!
Kisojn!

CÉU disse...

Se eu tivesse k avaliar seu post, tinha de lhe dar nota 11, k não existe na escala, mas que você M.E.R.E.C.E, ah, isso merece.
Você é tão capaz e inteligente, k consegue pegar na letra de uma bonita canção e a "esmiuçar", fazendo ver aquilo que, provavelmente, ainda ninguém viu e mto menos pensou.
Maria, nossa Mãe, sempre está ao lado de Seus filhos, ajudando eles sempre k necessário, mas se tiver k dar um puxãozinho de orelha, tb dá, e é isso k as pessoas k têm problemas sérios de saúde, e não só, não compreendem, e por isso viram ateus ou agnósticos, k penso ser pura defesa.
Penso k há gente k pede tanta coisa, como refere a letra da canção, mas o faz, mecanicamente, sem coração, quero dizer.
Eu sou católica e raramente vou à igreja ou oro. Mtas vezes, falo com Deus como se ele estivesse a meu lado, e em qualquer lugar, e às vezes, até "ralho" com ele, dizendo: Meu Deus, acha k eu mereço tudo isso?

Bom resto de quinta-feira.

Abraço, de mto apreço.

PS: apareça, qdo te for possível e pretender. Há novo post lá no blog. Obrigada!